Home | Introduction | What's Included | Products | More Info | FAQ's

Precios y Ofertas de Hotel TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA en BENIDORM (Costa Blanca) terras de madeira

HOTEL TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA

C/ ESPERANTO, 1 - BENIDORM (Alicante)

Hotel Terra Mitica + Hotel Madeira

Imágenes

TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm
TERRA MITICA + HOTEL MADEIRA - Hoteles en Benidorm

Situación en el mapa

*Algunos de los servicios indicados pueden implicar un sobrecargo a pagar en el hotel
RESERVA ONLINE
Fecha entrada Fecha salida Noches

terras de madeira

ropa de madera
timberland earthkeepers mænd
ティンバーランドシュハー
timberland fcu
timberland schoenen voor mannen

Uma breve visita a terras de Sua Majestade – Newcastle

De visita às terras de Sua Majestade, visitando a cidade de Newcastle.

No passado dia 22 de Julho falei-vos da Cristina que vai correr os 21 quilómetros da meia maratona mais famosa do mundo (Great North Run) que terá lugar por cá no próximo mês de Setembro.

Tirando a marcada diferença de temperatura e os escassos dias de pleno sol, a paisagem urbana (principalmente as zonas ribeirinhas junto ao rio Tyne) bem como as planícies fora do perímetro urbano, são um bom motivo para justificar uma breve escapadinha! Com voos regulares de baixo custo da EasyJet entre Faro e Newcastle, em três horas, torna-se relativamente simples fazer a viagem.

Um pouco de história de Newcastle

Newcastle upon Tyne é uma cidade bastante antiga situada na zona nordeste de Inglaterra (já quase perto da Escócia!) situada na margem esquerda do rio Tyne. Com registos mais significativos de presença humana que datam do século II aquando da ocupação romana que aqui fundou o castro Pons Aelius (Ponte de Adriano) para apoiar a construção da muralha de Adriano.

Em 1080, perante a urgente necessidade de defesa mais eficiente contra as investidas inimigas, o duque da Normandia manda construir um castelo novo (new castle) feito principalmente de madeira sobre um monte de terra e pedra (Castelo motte and bailey) no lugar do antigo castro romano dando assim o nome definitivo à localidade.

Na idade média, era o principal centro militar do norte da Inglaterra, garantindo a defesa da fronteira com a Escócia. Mais ou menos durante a época dos descobrimentos portugueses, a cidade ganha importância como porto comercial vindo a tornar-se no único centro portuário autorizado para exportação de carvão no norte da Inglaterra.

 

Arquitectura e monumentos

A nível arquitectónico, gostaria de destacar a zona ribeirinha, com a presença imponente das pontes sobre o rio Tyne bem como para o centro histórico com as casas tipicamente georgianas e vitorianas (ou no estilo designado também como Tyneside Classical).


A estação de comboios (Newcastle Central Station) – à direita, inaugurada em 1850 pela rainha Victoria foi a primeira estação de comboios totalmente coberta no mundo inteiro.

 

O castelo Castle Keep, mandado construir por Henrique II de Inglaterra entre 1172 e 1177.

 

O Sage, centro de educação musical, artes e cultura (cujo nome vem da empresa de software Sage que pagou uma nota preta para que o edifício ficasse com este nome). Embora não esteja localizado na cidade de Newcastle (está na cidade de Gateshead, precisamente do outro lado do rio Tyne) faz parte da paisagem que se pode vislumbrar a partir de Newcastle.

 

Curiosidades sobre Newcastle:

  • Desde 1981 que a meia maratona mais famosa do mundo parte anualmente de Newcastle, atravessando o rio Tyne e terminando 21 quilómetros depois, perto da foz do rio, em South Shields ao largo do mar do Norte.
  • Os portugueses sempre tiveram uma presença surpreendente na meia maratona de New Castle. Em 1983, Carlos Lopes venceu a corrida masculina. Em 1985 e depois em 1990, Rosa Mota venceu a corrida feminina. Recentemente, em 2009, e também na corrida feminina, Jéssica Augusto chegou em primeiro lugar e no ano passado (2010) em segundo, terceiro e quarto lugares ficaram respectivamente três portuguesas: Dulce Félix Marisa Barros e Sara Moreira.
  • Eça de Queirós viveu cá como diplomata entre finais de 1874 até Abril de 1879 (precisamente durante o seu período mais produtivo a nível literário)
  • A primeira demonstração pública da utilização de uma lâmpada incandescente teve lugar a 3 de Fevereiro de 1879, promovida pelo inventor Joseph Swan num anfiteatro local, tornando assim esta a primeira cidade do mundo a dispôr de um edifício público com luz eléctrica. (Pergunto-me a mim próprio se o Eça de Queirós terá assistido à apresentação?)
  • Newcastle é a sede internacional da Sage (empresa de software de gestão). Como informático de profissão, vejo-me obrigado a trabalhar com alguma frequência com os programas da Sage, pelo que, é curioso estar na cidade de onde surgiu este software.
  • A diferença de horas entre o dia e a noite é muito marcada no verão e no inverno. Por exemplo, no último solstício de verão, o Sol nasceu às 04h34 (!) e ‘pôs-se’ às 21h24. Já no próximo solstício de inverno, o Sol irá aparecer pelas 10h00 e irá dizer ‘adeus’ logo pelas 16h05. Portanto, o maior dia do ano dura quase 17 horas (!) e o dia mais curto dura apenas 6 horas… =/
  • Newcastle é cidade natal de Sting (ex-Police) e de Brian Johnson (vocalista dos AC/DC desde 1980).


Anúncios
Categories: Curiosidades, Viagens e Paisagens | Etiquetas: AC-DC, AC/DC, Brian Johnson, Carlos Lopes, EasyJet, Eça de Queirós, férias, Great North Run, Inglaterra, Jéssica Augusto, Muralha de Adriano, Newcastle, Newcastle upon Tyne, Pons Aelius, Rosa Mota, Sting, Tyne and Wear | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta Cancelar resposta

Site no WordPress.com.



PF desarticula esquema de R$ 900 mi de extração ilegal de madeira

Danos foram causados a terra indígena Cachoeira Seca, no Pará

  • Reuters Brasil por Reuters
  • 04/10/2017 - 13h07 (Atualizado em 04/10/2017 - 13h13)
Compartilhar Tweetar
A- A+
Ipê era o alvo das madeireiras clandestinas
Ipê era o alvo das madeireiras clandestinas REUTERS/Ricardo Moraes

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (4) operação para desarticular uma organização criminosa suspeita de coordenar extração ilegal de madeiras nobres dentro de terra indígena no Pará, responsável por dano ambiental estimado em quase R$ 900 milhões, informou a PF em comunicado.

Cerca de 40 policiais cumprem 10 mandados de condução coercitiva, 11 de sequestro de bens e valores e 6 de busca e apreensão em oito cidades nos Estados do Pará, Santa Catarina e Paraná como parte da chamada operação Anhangá Arara.

A investigação, iniciada após relatório do Ibama apontar que a terra indígena Cachoeira Seca (PA) estava sendo alvo de madeireiras clandestinas, identificou grupo empresarial responsável por coordenar a extração da madeira nobre Ipê, de acordo com a PF.

O grupo dava teor legal à madeira extraída ilegalmente fraudando créditos florestais através da inserção de dados falsos no sistema que controla a comercialização e transporte de produtos florestais no Pará.

"Após isso, a madeira era transmitida entre empresas do grupo até ser exportada por meio de portos de Belém e do Sul do Brasil", disse a PF em nota, acrescentando que o material era enviado para outros países na América, Europa e Ásia.

O esquema criminoso foi responsável por dano ambiental no valor de mais de R$ 574 milhões pelas atividades realizadas na terra indígena Cachoeira Seca, somados a mais de R$ 322 milhões causados pela abertura de áreas de corte raso, totalizando mais de R$ 897 milhões em danos, segundo laudo pericial da PF.

O nome da operação, Anhangá Arara, faz referência à proteção da morada dos índios.

Compartilhar Tweetar







Upcoming Events

xx/xx/xx:  Special Sale on all products from noon until 3:00 pm!

xx/xx/xx:  Mayor Bob will be on hand for the ribbon cutting ceremony marking the opening of our newest location!

xx/xx/xx:  More stuff!